Além do óbvio: como ele bloqueia suas ideias e sua criatividade

Toda vez que pergunto a um determinado público: “Qual a cor do cavalo branco de Napoleão?” Imediatamente me respondem o óbvio: “Claro que o cavalo é branco né, que pergunta!!!”  Ou do contrário dizem que Branco é o nome do cavalo ou mesmo contam-me uma história a respeito do surgimento desta frase.

Tais respostas são dadas com certa espontaneidade, porém de forma pragmática, direta, imediatista e mecânica.

Quando falamos em gestão, em tomar decisões no mundo dos negócios, não podemos pensar única e exclusivamente de forma tão linear, apresentando um único sentido! Isso pode bloquear nossas ideias, nossa criatividade e ainda limitar o nosso campo de visão, resultando em respostas tão obvias e pré-formatadas.

Um contexto que pode confirmar este pensamento é o seguinte: Imagine uma pessoa que tenha o hábito de pintar o cabelo. A cor do cabelo natural desta pessoa é uma, mas ela pode pinta-lo de outra cor.

Suponhamos que sua amiga tenha os cabelos pretos e num belo dia ela aparece com os cabelos loiros. Pergunto-lhe agora: Qual a cor do cabelo preto de sua amiga? O cabelo seria preto ou loiro?

Tenho visto várias pessoas com uma visão bastante distorcida da realidade, muito limitada e já “formatada”.

Precisamos extrapolar nossa forma de enxergar as coisas, sair um pouco do óbvio, do padrão, indo contra a teoria dominante na sociedade, que é tão linear.

Se assim fizermos, surgirão novas empresas, novos negócios, novos produtos, novos serviços e novas ideias que irão fazer toda diferença na vida das pessoas.

Novamente reforço a seguinte colocação de que não podemos limitar nosso campo de visão, pensando única e exclusivamente de forma linear, pois uma percepção distorcida da realidade “cega” pessoas, inibe oportunidades e principalmente destrói sonhos!

Portanto, nunca duvide das ideias dos outros sem antes saber o que eles estão pensando!

Crédito imagem: http://www.freedigitalphotos.net/ratch0013

Informações do Autor

Renato Chaves

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *