Aveia e seus efeitos na prevenção de doenças cardiovasculares

A aveia é um alimento amplamente utilizado pelos praticantes de atividade física, e por boa parte das pessoas que buscam uma alimentação mais saudável devido a sua grande quantidade de proteínas, e variedade de vitaminas e minerais.

Vários estudos demonstram que o consumo de aveia pode ajudar a controlar fatores de risco para doenças cardiovasculares, em especial a hipercolesterolemia.

Por ser rica em fibras solúveis, a aveia é capaz de aumentar a viscosidade da mucosa intestinal, impedindo a formação de micelas, reduzindo a absorção do colesterol. Além disso essas fibras reduzem o tempo de trânsito intestinal e favorecem o crescimento de probióticos, diminuindo a absorção de colesterol pela via enteral.

E para se notar esses benefícios, não é necessária uma ingestão de grandes quantidades. A  Organização Mundial da Saúde (OMS) Junto com a Organização de Agricultura e Alimentação (FAO), recomenda o consumo diário de pelo menos 25 g de fibras, para auxiliar a prevenção de doenças cronicas

Alguns estudos sugerem que a aveia pode ainda auxiliar a prevenção da formação de placas de ateroma, pois possuem avenantramidas, que são compostos que apresentam ação antioxidante, antiinflamatória e antiaterogênica. Como a oxidação e inflamação são processos relevantes à aterosclerose, o potencial da aveia no tratamento desta doença torna-se ainda mais evidente.

Imagem: flickr/JanetHudson



                                                                                                               Publicidade
Informações do Autor

Victor Gurgel

Graduando em Farmácia pela UFRN, possui interesse em saúde, nutrição, desenvolvimento pessoal e educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *