Quem inventou os cabeções e olhos gigantes dos ETs?

Você já parou para pensar que ETs (extraterrestres) sempre são retratados dentro de um “modelo”, mesmo que ninguém (ainda) tenha feito um amiguinho de outro planeta e tirado uma fotografia para comprovar?

Pois esse modelo, geralmente, é uma variação das seguintes “regras”: pele verde ou acinzentada, cabeça oval e proporcionalmente maior que a humana e olhos grandes e pretos, por vezes assemelhados a olhos de insetos.

Pois bem, esse padrão de beleza começou em 1891, com a publicação do “Meda: A Tale of the Future“, do americano Kenneth Folingsby. Lá, os ET`s estão descritos como “pequenos homens cinza com cabeças em forma de balões”. Seis anos depois, H. G. Wells daria sua contribuição descrevendo marcianos com olhos grandes em “A Guerra dos Mundos”. Em 1961, a descrição se consolidou com o relato de abdução do casal americano Betty e Barnet Hill, que descreveram seus sequestradores como uma mistura dessas descrições.

Mas, se formos parar para pensar… a aparência dos extraterrestres, se é que eles existem, pode ser completamente diferente. Por que é que ninguém nunca pensou, por exemplo, em ETs com ombros imensos ou pernas minúsculas? Nada muito agradável aos olhos, mas os atuais também não são aquela belezura, não é?

Imagem: MegaCurioso

Informações do Autor

Bruna Borgheti

Jornalista formada pelo Bom Jesus/Ielusc, de Joinville-SC, é acadêmica do curso de Letras da UniCesumar. À frente da redação das publicações do Grupo Dom7, faz a edição e curadoria de conteúdo do site e já teve suas aventuras pelo mundo corporativo, mas gosta mesmo é de um documento de Word em branco. Tem sugestões pra dar? É ela que você está procurando. Entre em contato pelo [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *