Saúde do caixa versus aprimoramento: entenda gestão financeira

Muitas vezes uma boa ideia para empreender garante o desenvolvimento de um belo projeto, uma bela ação ou uma empresa que tem total futuro no mercado. Porém, nada disso irá sair do papel se os pequenos empresários e empreendedores não puderem trabalhar de forma alinhada também financeiramente. A falta de uma gestão financeira estratégica e qualificada pode acarretar a perda de muito dinheiro e até mesmo a falência de uma empresa.

Não acompanhar as transações financeiras, o saldo do caixa, as mercadorias em estoque e as despesas fixas e variáveis pode prejudicar irreversivelmente os resultados de uma organização. Um fluxo de caixa mal feito, um cálculo errado sobre a necessidade de capital de giro e o mal entendimento do resultado organizacional podem colocar em risco a saúde financeira da sua empresa.

A gestão das finanças de uma empresa é essencial para o andamento de qualquer negócio. Por isso, é preciso que os pequenos empresários façam o chamado Curso de Organização Financeira. Com esse curso, a prática fica mais fluída e coesa, e você para de correr risco de levar prejuízos desnecessários.

Porém, para entender a gestão financeira de um negócio, é preciso de embasamento teórico e também ter a tecnologia como aliada. Traçar estratégias de gestão de tesouraria, discutir a questão do impacto de entradas, gastos e a gestão do dinheiro da empresa, entre outras coisas, são questões ensinadas nesse tipo de curso. Além disso, balanço, demonstração de resultados e demonstrativo de fluxo de caixa são coisas que farão parte da sua realidade como empresário. É de extrema importância ter em mente que a saúde financeira da empresa depende da organização do empreendedor.

Saiba tudo sobre as suas finanças

É preciso avaliar, constantemente, as consequências e os custos de todas as ações dentro de uma organização, conhecer profundamente as legislações, os tributos e as taxas que permeiam a sua área de atuação, para garantir que nos momentos críticos a empresa não precise cortar investimentos e pessoas.  Porém, aprender tudo isso na prática, além de perigoso, já que você estará mais propenso a erros, é totalmente inconsequente: sua mentalidade deve ir em direção ao profissionalismo, e fazer as finanças sem base de conhecimento é algo muito amador.

Não somente isso: o empresário não pode estar fechado para novos conhecimentos, novas ferramentas e inserção de ideias mais modernas, ágeis e sem arestas. Novas tecnologias, novos cursos, mais aprendizado. Isso deve estar fixado na mente deste fomentador.

Gestão financeira é uma área estratégica

É fundamental que o empreendedor deixe de enxergar a área financeira de sua empresa como o ponto final da gestão de processos e passe a vê-la como uma área estratégica e mais próxima de seus negócios. Sem possuir uma gestão profissional, muitas empresas e startups falham na hora de tomar decisões relacionadas à saúde financeira e administrativa, levando-as a fecharem suas portas antes de completar o primeiro ano de vida.

Por isso, o empresário, pequeno empresário e empreendedor precisam abraçar a ideia de sempre melhorar e aprender, para o bem de sua empresa.

Informações do Autor

Luana Moura

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *