Depressão: como identificar os sintomas e tratar a doença

A Depressão não é um sinal de fraqueza, nem uma condição da qual, a maioria das vezes, se possa sair sozinho. Estar num estado deprimido não é uma situação normal nem algo temporário – é uma doença. Por isso é difícil ficar-se melhor apenas pela força de vontade, até porque é provável que a força de vontade esteja muito baixa.

Segundo a OMS, a depressão é a doença mas incapacitante do mundo. Afecta as nossas emoções, as funções do corpo e a forma como pensamos e como sentimos. Contudo ter depressão não é estar triste ou infeliz esporadicamente. É normal e saudável sentirmos tristeza ao longo da nossa vida. A depressão é sentirmo-nos tristes, mas de uma forma muito mais profunda, por um longo período de tempo. De um modo que interfere com o funcionamento diário e autonomia e que impede de desfrutar das coisas das quais costumávamos gostar.

Em geral, as pessoas podem apresentar emoções intensas e sentimentos negativos, sinais e sintomas como:

  • Tristeza;
  • Fadiga;
  • Alterações de sono;
  • Perda de interesse na atividade sexual;
  • Baixa auto-estima;
  • Ideação suicida;
  • Ansiedade e irritabilidade;
  • Perda de interesse em actividades que antes eram agradáveis;
  • Alteração do apetite e peso;
  • Sentimentos de desesperança, pessimismo, culpa e inutilidade;
  • Isolamento social;
  • Dificuldade de concentração e de tomada de decisões.

Existem vários tipos de depressão, consoante os diferentes rumos que podem tomar. São eles:

  • Episódio Depressivo
  • Perturbação Depressiva Recorrente ou Depressão Major
  • Distimia, Depressão Bipolar tipo I
  • Depressão Bipolar tipo II ou do Espectro Bipolar
  • Episódio Misto de Ansiedade e Depressão
  • Episódio Depressivo Psicótico
  • Depressão Atípica
  • Perturbação Depressiva Sazonal
  • Perturbação Depressiva Breve Recorrente

Tratamento para a Doença

O tratamento pode envolver duas terapias: terapia cognitivo-comportamental e psicoterapia psicodinâmica.

 

Terapia cognitivo-comportamental

A sua eficácia já foi comprovada no tratamento da depressão. Baseia-se num tipo de “espiral descendente” em que pensamentos não úteis levam a sentimentos negativos que levam a comportamentos negativos.

A terapia pode começar por exercícios de forma a aprender a estruturar os dias e também para permitir uma maior atividade no dia-a-dia. Mais tarde a terapia ajuda a identificar pensamentos não úteis e a substitui-los por pensamentos úteis.

A psicoeducação é também uma parte importante. As mudanças tem um impacto positivo no humor e fazem com que os eventos externos da vida passem a ser mais fáceis para gerir.

Nesta terapia, o paciente e terapeuta trabalham activamente em conjunto, aprendendo um com o outro. Normalmente, esta terapia consta de uma a duas sessões por semana. No seu conjunto, o tratamento dura entre 25 a 80 sessões.

 

Psicoterapia psicodinâmica

Tem por base os conhecimentos da psicanálise, assente em pressupostos semelhantes sobre as causas das perturbações psiquiátricas, estas são o resultado de problemas emocionais do subconsciente.

Este tipo de psicanálise irá lidar primeiramente com conflitos internos e com os relacionamentos do doente. O tratamento é realizado com contacto visual e na posição sentada e a abordagem do terapeuta pode ir de passiva a participativa.

Normalmente, esta terapia consta de uma a duas sessões por semana. No seu conjunto, o tratamento pode ser curto, na forma de psicoterapia interpessoal breve com uma duração de 16-24 sessões, ou tornar-se mais prolongado, podendo atingir 50-100 sessões.

 

Veja aqui o artigo completo da Depressão na WeCareOn.com, vai encontrar mais informação úteis e práticas, como lidar com ela e também um teste para confirmar em que grau se encontra. 

Obrigado,

WeCareOn.

Imagem: freeimages/PéterFarkas



                                                                                                               Publicidade
Informações do Autor

WeCareOn

Plataforma de consultas online de Psicologia e sessões de Coaching. Escolha o seu profissional, valor, canal, dia e hora. Veja mais em: http://wecareon.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *