Funcionário chave: quando tudo que você toca vira ouro

Porque toda atividade na sua mão fica mais fácil e prazeroso de trabalhar? Você já percebeu o batalhão de profissionais que estão de olho nas suas atividades, depois que estas passaram pelas suas mãos?  Você pode ser considerado o Midas da atualidade. Falo aqui do profissional que, apesar de não ocupar um cargo de liderança, é destacado com um funcionário chave nas organizações, pelo seguinte motivo: Tudo que toca vira “ouro”, ou torna sucesso tudo o que passa por suas mãos, pode não ser um Deus mitológico, porém tem a capacidade de tornar “ouro” tudo o que chega a suas mãos, visto por seus colegas, tudo o que passa por sua mão fica mais fácil de fazer, didático e prazeroso em executar.

Não importa a atividade que lhe entreguem em mãos, o Midas irá analisar e tornar aquilo agradável de fazer, ou seja, o que antes ninguém queria assumir, esse “Midas” executa com perfeição. Mesmo não sendo um especialista no assunto, mas possui uma habilidade de enxergar o negócio de uma forma diferente, consegue executar mais rapidamente e com melhores resultados, praticamente converte cerâmica em ouro.

Os “Midas” são essenciais para as companhias, buscam constantemente um reconhecimento profissional, mas às vezes não chegam a cargos de liderança por falta de formação adequada, reconhecimento da empresa e principalmente pela “maldição” de não ter ninguém que o substitua nas atividades atuais. Sua satisfação é garantida quando todos o homenageiam por seus feitos incríveis, algo que nunca alguém antes conseguiu atingir, ele consegue com seu toque de Midas.

O que eles têm de especiais? Que formações possuem? Quais cursos de aperfeiçoamento fazem? Quer saber mesmo qual o segredo? Eles procuram aceitar toda a atividade independente do que for e muitas delas alguns importantes executivos até o ignoram, mas eles enxergam oportunidades onde quem não costuma pensar fora da caixa não vê.

Sendo assim, as coisas acontecem naturalmente, abraçam a atividade ignorada por muitos colegas e tornam aquela atividade desejada por muitos, e acontece o esperado, muitos querem trocar suas atividades por aquela dourada, pois agora ficou mais fácil, parece algo que encanta aos olhos de quem vê menos mecânico e monótona.

Como se comporta um “Midas das Corporações”

1.  Não reclama: Por isso as coisas chegam ate a eles como um voto de confiança, não pediu para executar aquela atividade, simplesmente, ninguém quis faze-la, então ele foi lembrado e cotado para fazer tal atividade.

2.  Nunca compara suas atividades com as outras, isto mesmo, jamais ele irá fazer inveja aos demais colegas porque está alocado em um projeto mais interessante.

3.  Faz acontecer: Ele é capaz de enxergar oportunidades inéditas nas atividades, sempre desenvolve a seu favor e para o crescimento dos negócios.

4.  Transforma prata em Ouro: O Midas redesenha em seu consciente uma nova forma de executar a atividade, e melhorando sempre, visando ganhar tempo, dinheiro, prazer, sucesso, reconhecimento, tendo conquistado esses méritos, com certeza virão outros projetos “rejeitados” e a vida continua.

5.  Melhorias contínuas: Um Midas sempre busca a melhoria continua jamais se acostuma com rotinas, desperdício de tempos e atrasando o desenvolvimento. Quanto tempo demora a aprender a fazer um fluxo de caixa? Ou enviar arquivo ao banco para pagamento de fornecedores, pesquisa de preços e materiais, campanha para vender um produto encalhado na loja? O Midas tem a solução, poucos sabem reconhecer um Midas.

6.  Busca sempre algo novo: Não deixe o tempo roubar as oportunidades, nem insista em uma ideia que não lhe de resultado por mais que um dia, é hora de mudar a estratégia, em apenas um dia é possível saber se a ação tomada é a mais correta ou não, insistir no erro é burrice.

7.  Humildade: Acima de tudo, os Midas das corporações não são Deuses mitológicos, mas deixam seu legado nas multitarefas, conhecem um pouco de cada atividade da empresa, apenas tem a humildade de receber o que lhe é proposto, afinal, alguém tem que fazer, infelizmente outros colegas tão estudados se coloca na faixa da pirâmide do “planejamento”, acreditam piamente de que sabem planejar a corporação, enquanto que o Midas observa de longe e só revela soluções quando lhe são consultados.

8.  Não trapaceiam: Não pegam uma determinada atividade para ferrar com o colega, não fica reclamando nos corredores, ou aumenta o volume da famosa rádio peão, são pagos para trabalhar assim como os colegas, no entanto fazem suas atividades dentro do horário estabelecido e entregam resultados.

9.  Capacitação: Os Midas sempre buscam se atualizar constantemente, pesquisam, examinam suas atividades, revisam periodicamente, a fim de fazer cada vez melhor, com qualidade, agilidade e resultados melhores que os anteriores.

10. Estude: Estão sempre a par do que ocorre no seu ramo de trabalho e estudam fortemente o mercado externo, fica a par de tudo o que rola no mundo corporativo, tendências, oportunidades, não apenas leem se questionam e buscam respostas em si mesmo do porque o mercado tomar aquela atitude, não é Caxias e nem bajuladores, apenas gostam do que faz sempre aceita novos desafios e jamais demonstram medo.

E você conhece algum Midas no escritório? Já prestou atenção nas suas qualidades? É uma pessoa comum que vive um dia após outro, porém com satisfação, enxergam oportunidades o tempo todo, é querido pelos colegas de base, mas raramente reconhecido pela alta cúpula da companhia, eles jamais desistem e muita das vezes as empresas erram a não enxergar este profissional que debandam para o mercado e a empresa sofre por não repor as qualidades de um Midas.

Você pode ser um Midas, será um forte candidato se pensar fora da caixa, fazer suas atividades com paixão, encare as novas atividades como um desafio, e honre sempre sua geração de valor. Pense fora da caixa.

Crédito foto: freedigitalphotos.net/ponsulak

Informações do Autor

Robson Joaquim

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *