Empresas investem milhões na tecnologia de novos produtos agregando aos mesmos benefícios mas na linha de frente com o consumidor essas informações não são passadas pelo vendedor para o cliente, ou seja, o consumidor final. Todos hoje carregamos um monte de informações mas até quando essas informações nos são úteis? As empresas investem todo dia no aprimoramento de seu produtos mas na hora de vendê-los essas informações não são passadas para o consumidor final fazendo com que ou deixa-se de adquirir um produto ou quando se adquire não se conhece totalmente todas suas qualidades e componentes.

Somos constantemente informados do que acontece do outro lado do mundo mas não conhecemos mais a natureza, nossa casa e nem nós mesmos, nossas emoções, nossos sentimentos e necessidades e nem nos atentamos totalmente para o nosso trabalho e no caso de vendas de produtos isso faz com que muito do dinheiro investido seja desperdiçado pois na linha de vendas existem pessoas com excesso de informação inútil e pouco da útil.

Na maioria das vezes o vendedor não sabe exatamente o que está vendendo: faltam argumentos, faltam conhecimento do produto, as qualidades e vantagens de cada objeto, de cada serviço.

Conversas reais com o consumidor final com a abordagem correta, com as informações corretas, com conhecimento real sobre produtos estão cada vez mais escassas.

As empresas devem se atentar para esse fato: a cada investimento no produto, fazer investimento também na informação correta para que a mesma chegue para o consumidor final. Não adianta nada um produto ser totalmente adequado a uma determinada necessidade se a pessoa que está em contato direto com o consumidor não conhece totalmente a necessidade e nem o utilidade do produto ou não sabe como passar esse conhecimento.

É preciso mudar essa realidade. Investir na informação útil: sobre as necessidades que cada produto irá atender e como irá atendê-las. A cultura do excesso de informação teria que mudar para a informação correta, a necessária.

Bem, já temos informações demais por isso a intenção desse artigo é ser breve e com um pensamento relevante: será que estamos informados ou alienados perdidos em um excesso de informação desnecessária? Foco no que realmente importa para que a comunicação entre empresas e o consumidor final se tornem mais eficazes! Vamos realmente fazer parte da era da informação e não da alienação como é o que vemos!

Vendedores treinados e bem informados e que realmente queiram e saibam passar essas informações fazem toda a diferença no giro de vendas e no faturamento bem como na satisfação do cliente.

Informação devida e bem posicionada pode transformar as vendas da sua empresa e trazer benefícios mútuos!

 

 Crédito imagem: freedigitalphotos.net

Informações do Autor

Lucilene Antunes

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *