Caixa de areia que vira ferramenta de realidade avançada

O Grupo de Robótica da Católica de Santa Catarina em Jaraguá do Sul criou uma ferramenta de realidade avançada com o uso de uma caixa de areia. O objetivo é facilitar a compreensão dos conteúdos relacionados à disciplina de Topografia, ministrada no Curso de Arquitetura e Urbanismo, oferecido na unidade que a Instituição possui em Joinville.

O projeto foi orientado pelos professores do Curso de Sistemas de Informação, Maurício Henning e Manfred Heil Júnior, em parceria com o Centro de Usinagem do Curso de Engenharia Mecânica e acadêmicos. Através da ferramenta, os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo podem simular alterações topográficas no ambiente.

Para que isso fosse possível, foram utilizados um computador (que roda um software específico de topografia), um projetor e um Kinect (sensor de movimentos desenvolvido para os videogames Xbox 360 e Xbox One). A imagem transmitida pelo software é projetada na caixa de areia e, quando os alunos mexem, os movimentos são captados pelo sensor. Essa estratégia possibilita que paisagem seja alterada visualmente e acompanhada pelos estudantes em tempo real

O projeto começou a ser desenvolvido há cerca de três meses. O equipamento deve começar a ser utilizado pelo Curso de Arquitetura e Urbanismo nos próximos dias, após o término da fase de testes.

Confira aqui o vídeo mostrando como a caixa de areia com realidade avançada funciona.

 

Texto e imagem: Assessoria de Imprensa/CatólicaSC/Divulgação



                                                                                                               Publicidade
Informações do Autor

Bruna Borgheti

Jornalista formada pelo Bom Jesus/Ielusc, de Joinville-SC, é acadêmica do curso de Letras da UniCesumar. À frente da redação das publicações do Grupo Dom7, faz a edição e curadoria de conteúdo do site e já teve suas aventuras pelo mundo corporativo, mas gosta mesmo é de um documento de Word em branco.
Tem sugestões pra dar? É ela que você está procurando. Entre em contato pelo [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *