Jaraguá Futsal depois do patrocínio da Malwee. O que mudou?

No ano de 2001, a Malwee firmou patrocínio com o Jaraguá Futsal, o que se tornaria uma das parcerias mais vencedoras da história do futsal brasileiro. Durante a parceria, a equipe conquistou 6 campeonatos catarinenses, 1 Copa Santa Catarina, 4 conquistas da Liga Brasileira de Futsal, 1 Copa Sul, 1 Copa Fiat, 1 Copa Cascavel, 1 Copa Renault Liberté, 6 Copas Libertadores de Futsal, 1 Copa Umbro Internacional e 6 Sul-americanos Zona Sul (além de ter contado com o maior de todos os tempos, Falcão).

Mas, no final de 2010, a Malwee retirou o patrocínio, sem alegar o motivo. Depois de quase 6 anos do rompimento da parceria, o que mudou? Quais foram os benefícios e quais dificuldades a equipe catarinense enfrentou?

Um dos pontos positivos que perduram mesmo depois do término do patrocínio foi a valorização da marca do clube, o tornando mais conhecido internacionalmente, com a conquista de títulos e com grandes craques renomados representando a equipe.

Apesar do passado recente de glórias, o Jaraguá vem enfrentando dificuldades para manter o nível, diferente dos tempos áureos. O ponto negativo seria a dificuldade financeira que o time enfrenta, o que pode ser explicado pela diminuição de torcedores que comparecem aos jogos na Arena Jaraguá.

Apesar de tantos pontos negativos, a diretoria do Jaraguá tem alguns fatores  para ”driblar” esses problemas, como a criação do ”Amigo Torcedor”, cujo os torcedores pagam mensalidades, e a partir disso desfrutam de benefícios e vantagens, na compra de produtos da loja do clube, ou de redes conveniadas.

Apesar de tantos obstáculos, a equipe de Santa Catarina ainda tem prestígio nacional, e disputa as principais competições do Futsal… além de ter um espaço reservado no coração dos fanáticos torcedores jaraguaenses.

 

Imagem: BetoCosta/CBFS/Divulgação

Informações do Autor

Rafyz Santos

Nascido em São Vicente-SP, apaixonado por futebol desde a infância. ”Formado” em futebol no Campinho mais próximo da minha casa, e ”especialista” em identificar vestígios do futebol-muleque!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *