Joana Francesa: o Swing Verde e Amarelo de Chico Buarque na França



Lançado em 1973, o filme dramático Joana Francesa, de Cacá Diegues. É uma coprodução brasileira/francesa que têm como personagem principal Joana, interpretada pela atriz Jeanne Moureau.

Dona de um prostíbulo na cidade de São Paulo, Joana na tentativa de mudar de vida decide aceitar a proposta do coronel Aureliano – De ir para Alagoas. Chegando no Engenho de Açúcar em Santa Rita, interior do estado, ela conhece a família do coronel, o relevo político, econômico e social da cidade, e entra em contato com um mundo desconhecido e agreste.

Há nesse filme o sabor poético de uma literatura musealizada. A melodia suave que compõe a trilha sonora dessa história faz jus ao nome da personagem já citada, e soa ao glamour e ao charme da língua de Victor Hugo, David Guett , Simone de Beauvoir… A língua francesa.

Joana Francesa

Tu ris, tu mens trop (Você ri, você mente muito)
Tu pleures, tu meurs trop (Você chora, você morre também)
Tu as le tropique (Você tem o trópico)
Dans le sang et sur la peau (No sangue e na pele)
Geme de loucura e de torpor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Mata-me de rir
Fala-me de amor
Songes et mensonges (Sonhos e mentiras)
Sei de longe e sei de cor
Geme de prazer e de pavor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda
Vem molhar meu colo
Vou te consolar
Vem, mulato mole
Dançar dans mes Brás (…meu)
Vem, moleque me dizer
Onde é que está
Ton soleil, ta braise (O seu sol, sua brasa)
Quem me enfeitiçou
O mar, marée, bateau
Tu as le parfum (Você tem o aroma)
De la cachaça e de suor
Geme de preguiça e de calor
Já é madrugada
Acorda, acorda, acorda, acorda, acorda.

(1973, © Marola Edições Musicais.Todos os direitos reservados. Copyright Internacional Assegurado .Impresso no Brasil.)

A composição dessa música é digna da genialidade e talento do compositor e cantor brasileiro, Chico Buarque de Holanda. Nela, Chico, além de brincar com a fonética das línguas portuguesa e francesa, têm o intuito de homenageá-las.

Quem ouve Joana Francesa escuta o coração do Galã da MPB e conhece um pouquinho da relação cultural entre o Brasil e a França.

Imagem: O Zumbido da Mosca



                                                                                                               Publicidade
Informações do Autor

José Domingos

Acadêmico do curso de Letras-Português e Francês da UFS, è bolsista do PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica). No universo corporativo atuou em vendas e em relações administrativas. Hoje, prefere ver o mundo através das páginas. À frente do projeto Cine Qua Non, desenvolve trabalhos voluntários nas áreas de literatura , artes e comunicação .É corretor de redação do portal Imaginie e também colunista no Portal Sucesso Jovem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *