4 passos simples para se tornar um Líder Coach. Vá além!

O desapego é um processo lento para muitos lideres. Para inovar é preciso deixar algo. É aqui, que mora a grande questão. É preciso se autoanalisar constantemente para perceber se a inovação foi sufocada pelo comodismo, por medos ou por crenças limitantes. Os prejuízos são muitos e podem ser: físicos, emocionais  e  financeiros. Importante lembrar que os danos vêm a médio e longo prazo, por isso observar com cautela a forma como está liderando pode mudar a sua vida. Que tal se tornar um líder coach?

Veja algumas das principais questões que podem minar a maior riqueza de um líder: A vontade e a capacidade de ir além.

Autoconhecimento: Um levantamento realizado pela Fundação Dom Cabral com 1200 gestores brasileiros aponta que o autoconhecimento é uma característica que está faltando nos líderes. É de suma importância receber  um feedback  profissional que pontue sobre sua postura, a forma como se comunica e como desenvolve seus projetos através das pessoas. Saber quais são suas habilidades e os pontos a serem melhorados é fundamental.

Tomada de decisão –  Após feedback e autoanalise é hora de decidir. Vai continuar do mesmo jeito ou vai enfrentar  o que está te impedindo de ir além?  Quais os pontos que necessitam de ajustes?  Qual a área  que  pode aprimorar?  Vai precisar  terceirizar alguma tarefa ? O bom líder não é aquele que sabe fazer tudo, mas,  é aquele que sabe a hora de passar a diante uma tarefa da qual ele não está apto a fazer no momento. Delegar é uma das maiores dificuldades. Por isso, desapegar-se  aos métodos, (aquele que você acha que só do seu jeito é o melhor) abrir mão do controle, ou seja deixar de ser centralizador, é um caminho que vai te levar  além.  Prepare sua equipe.  Dar poder a ela é um processo que exige  treinamento. Acompanhe todo o processo e transfira conhecimento. Sua experiência, será valiosa para aqueles que estão construindo junto com você o futuro que começa hoje.

Idéias –   Lideres têm super ideias! Mas a verdade, é que “as super ideias”, nem sempre podem ser executadas no momento em que elas surgem. O apego excessivo por suas próprias ideias, pode te levar a não ouvir outras tantas inovações que podem estar disponíveis dentro de sua equipe. Inibir a participação do time, fechando o canal para novos conceitos, formas e soluções, pode gerar  insatisfação. Ouvir e enxergar novas perspectivas através do outro,  te dará  olhos e ouvidos mais perspicazes . Que tal ouvir  as  ideias  de sua equipe? É possível que tenha ótimas surpresas!

Cargo –  Desapegue-se! Liderar não é apenas  ter um cargo. Liderar é ter uma missão. O cargo de liderança é o meio que se  expressa e realiza seus projetos. Ser líder é ter  propósitos. Um líder influencia e  contagia com seu entusiasmo! Um líder sabe que sozinho não pode ir além. Tendo plena consciência de onde se  quer chegar, vê em seus liderados a possibilidade de ampliar seus negócios e vivenciar o melhor de sua liderança. Dividir a alegria da conquista e valorizar cada ação das pessoas que estão ao seu lado é um forte sinal de uma  liderança eficaz.  O cargo por si só, sufoca e paralisa, mas liderar com propósito  é um exercício diário e continuo.  Missão tem por consequência,  envolvimento com pessoas, ideias, compartilhamento e unidade. Qual é a sua missão dentro do cargo que ocupa?

Pense, sobre como melhorar e ativar novos conceitos sobre liderança. Um bom começo é quebrando paradigmas.Treine sua equipe! Abandone a ideia de encontrar alguém tão bom que não precise treina-lo.

Se você quer ir alem, vale a pena  apegar-se a este novo jeito de liderar.

Crédito foto: freedigitalphotos.net/Jeroen van Oostrom

Informações do Autor

Gisa Viana

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *