Literatura e Educação: Um canal democrático de conhecimento

Quando discutimos a Educação nos diferentes níveis de formação, precisamos, sem dúvida, pensar na transformação da pessoa e da sociedade. Assim, encontramos nesse contexto vários caminhos para se chegar ao objetivo pretendido. Um desses veículos que o sistema educacional pode abraçar é a literatura.

Não são poucos os escritores, com seus trabalhos literários, que contribuem para muitos projetos pedagógicos no Brasil.

Dentro de um modelo democrático, a linguagem literária abre perspectivas para o ensino formal quando estimula a criação de conteúdos e produz atividades afirmativas em torno do livro.

Nos períodos de ditadura, muitos textos literários receberam censura por rejeitar o regime fechado do governo, impróprio para o desenvolvimento humano.

Neste sentido, os livros sempre foram aliados da liberdade de pensamento, da livre escolha política e profissional.

Hoje, não podemos imaginar as escolas sem uma biblioteca (embora ainda existe) ou sem a atividade literária em sala de aula.

No momento em que vivemos uma crise política, se faz necessário garantirmos investimentos na Educação, bem como uma reflexão sobre a reforma de ensino, que infelizmente, deixou o conteúdo menos técnico e mais humanizado em segundo plano.

Cada vez mais constatamos que a Literatura e a Educação se aproximam e conseguem estabelecer um programa comum para o conhecimento crítico. Dessa forma, a comunidade escolar ganha espaço no que diz respeito à diversidade cultural, ao desempenho didático dos estudantes e à avaliação do ensino.

Podemos até considerar que a contribuição que a literatura oferece às instituições educacionais supera as ferramentas tecnológicas tão apreciadas pela nova geração, mas pouco colaborativa na sua desenvoltura social.

Finalmente, ler e escrever não são o bastante para o cidadão, mas saber ler e saber escrever sim porque estas ações mudam a forma de pensar sobre a vida e sobre o seu meio. E ensinar este ¨saber¨ que tratamos aqui, é tarefa intransferível do sistema de ensino básico.

Informações do Autor

Maria Rosa de Miranda Coutinho

Sou mestre em Ciências Sociais pela UFSCar e além da experiência como professora, circulo na área literária com publicações para o público infantojuvenil. Administro uma loja virtual que comercializa livros de autores da cidade de Joinville e sou membro do Conselho Municipal de Políticas Culturais da mesma cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *