Faça mais com menos: 7 dicas para melhores resultados no trabalho

Não é de hoje que queremos conseguir fazer muitas coisas ao mesmo tempo, mas como lidar com o excesso de coisas e informações que temos ao longo do dia a dia? Em alguns momentos  – na vida ou no trabalho – tentamos buscar cada vez mais conhecimento, e a Internet é ótima para nos fornecer informações e dicas, mas como filtrar tudo o que existe e saber o momento de parar?

Sabemos que podemos criar e aprender até certo ponto, mas o senso de contribuir e aprender para continuarmos competitivos faz com que tenhamos que nos dedicar com afinco àquilo que fazemos e trabalhar mais e mais para não sermos os primeiros nas listas de demissões em meio à crise.

Mas será que estamos mesmo corretos ou estamos apenas achando desculpas para nossa sobrecarga e incapacidade de fazer mais com menos? Até que ponto estamos criando uma fantasia de estarmos sobrecarregados e até que ponto estamos realmente sendo produtivos e não estamos inventando tarefas inúteis ou matando tempo “enchendo linguiça”?

O medo de ser (se tornar) obsoleto faz com que estejamos dentro da Roda da Improdutividade, como eu chamo.

Quer saber se você está nela? Veja a seguinte lista:

  • Você não tem clareza do que vai fazer no seu dia, semana, mês;
  • Você não possui uma estratégia clara de como eliminar tarefas e concluir suas metas com foco e maestria;
  • Você está sempre exausto e desmotivado no final do dia;
  • As reuniões das quais você participa são longas e sem resultados concretos
  • Muita burocracia, pouco resultado prático;
  • Trabalho árduo não produzem satisfação, nem resultados sólidos;
  • Tudo irrita você;
  • Nenhuma tarefa que você solicita para alguém é entregue corretamente;
  • As pessoas ao seu redor não entendem o que você quer alcançar.

Estes são apenas alguns sintomas, a lista poderia ser ainda maior, sem dificuldade alguma de listar muitos outros fatores que nos tornam improdutivos.

Como podemos então buscar melhores resultados e aprender apenas o que realmente importa, filtrando o excesso?

Veja estas 7 dicas para focar melhor e obter melhores resultados no trabalho:

  1. Saiba o que você realmente quer: Crie sua estratégia sobre o que precisa melhorar ou aprender para chegar no próximo estágio de competência e lembre-se que, a cada mudança, você se torna incompetente em algo, isto é, novos conhecimentos geram inseguranças e requerem mais prática até se tornarem algo natural. Sua missão no trabalho e na vida fazem você escolher as melhores respostas e caminhar em busca dos resultados tão desejados. Aprenda as coisas que realmente fazem sentido para que você utilize e evolua e deixe o conteúdo bacana, mas não importante para este momento, para quando for o tempo mais oportuno!
  2. Tenha consciência das armadilhas: Quando estamos envolvidos no trabalho muitas distrações são apresentadas à nossa “rotina”. Whatsapp, Facebook, Twitter, redes sociais em geral, apenas para citar algumas coisas. Quando você começa uma atividade nova ou tem muitas a desenvolver, comece a fazer uma lista com tudo o que precisa ser realizado. Como segundo passo defina a prioridade e urgência de cada item. Foque no primeiro, conclua e siga adiante. Você ficará surpreso como consegue ser mais rápido e eficaz. Se você tem atividades que frequentemente não resultam em nada, elimine esta atividade da sua agenda, e se necessário, converse com as pessoas que participam deste tipo de reunião improdutiva, e definam, em conjunto, a meta da reunião para o dia e o tempo máximo de duração. É melhor fazer várias reuniões curtas com um único assunto, do que poucas reuniões com muitas coisas a serem resolvidas e não obter resultados concretos, ou pior, fazer nova reunião para terminar o assunto das reuniões anteriores.
  3. Defina a comunicação como uma tarefa coletiva: A falta de clareza com informações é um dos grandes problemas enfrentados nas empresas atualmente. Faltam informações sobre atividades em andamento, a serem realizadas, sobre projetos, feedbacks sobre desempenhos, expectativas mal dimensionadas e a lista segue. Porém, se a equipe resolver criar um sistema de comunicação eficaz, muitos ruídos serão resolvidos e achismos serão quebrados. Quando melhor usar a comunicação e certificar que a informação está realmente compreendida e os envolvidos assumirem a responsabilidade pelas suas tarefas, melhor será o resultado final.
  4. Busque entender como as pessoas ao seu redor pensam e agem: Quanto mais você buscar conhecer as diferenças personalidades, posturas e formas de pensar das pessoas com as quais convive, mais fácil será perceber que, no final, a razão está me um conjunto e não em indivíduos. Nenhum jogo é ganho com uma estrela, mas sim através de um resultado coletivo. Reconheça forças e virtudes (suas e de outros) e melhore o que precisa ser melhorado. Você escolhe se quer ficar na mesmice ou ajudar a se destacar e melhorar suas habilidades.
  5. Monitore resultados com dados e indicadores que tenham sentido: Quando uma atividade for desenvolvida, crie parâmetros claros indicando resultados esperados para aquela atividade. Se você não sabe onde quer chegar, qualquer lugar serve, mas não é isso que se espera de você. Entenda o que é importante e como o resultado será dito como satisfatório. Nem tudo precisa ser complicado. Foque no essencial.
  6. Faça as perguntas certas: Se você não tem clareza sobre o que fazer, não tenha vergonha de perguntar. Crie um cenário de colaboração, busque mais informações e interaja com as pessoas, fazendo todo e qualquer alinhamento necessário para obter as informações corretas e melhorar processos e, por consequência, os resultados.
  7. Faça pequenas pausas: Acredite ou não, cinco minutos de intervalo para um café ou água fazem verdadeiros milagres. Quantas vezes você já resolveu um problema que estava “travando” o seu avanço no famoso “papo do cafezinho”? Sua mente refresca e você ganha mais produtividade!

Então, que tal começar a focar no essencial, buscar descobrir o que realmente e motiva e montar o seu planejamento (simples, porém funcional) para alavancar melhores resultados no seu dia a dia, e focar no que realmente importa?

Faça mais com menos e compartilhe sua experiência!

Aguardo seus comentários!

 

Imagem: FredrikRubensson

Informações do Autor

Ricardo Rekowsky

Ricardo é empresário desde 2000, Coach de carreira e negócios e membro da Sociedade Brasileira de Coaching, com formações como Personal e Professional Coach e Leader as Coach, Certified Alpha Coach, Xtreme Positive Coach, Wellness Coach (Coaching para o bem-estar) e Certified Master Coach, além de formação em dezenas de outros cursos técnicos em áreas de negócios. Site: http://www.ricardorekowsky.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *