O cliente manda, quem tem juízo obedece.
Todas as ações de uma empresa são voltadas para satisfazer o cliente, desde as mais simples como limpeza e arrumação quanto as mais complexas como marketing, planejamento, estratégias, etc.É óbvio então que é o cliente quem manda mas as vezes acabamos nos esquecendo disso e deixando de criar um relacionamento que será vantajoso para ambas as partes.O cliente deve ser sempre recebido como um amigo pois é isso que ele é , deve-se em primeiro lugar vê-lo como pessoa, conversar com ele amigavelmente, conhecer seus gostos, seu estilo de vida, de uma maneira informal e descontraída como fazemos naturalmente com um amigo. A primeira abordagem de um cliente quando ele entra ou tem contato com sua empresa é muito importante. Você deve recebê-lo como a um amigo, alguém que entre tantas opções escolheu a sua empresa, o seu produto, o seu serviço.Não importa se trabalhamos com produtos ou serviços, o cliente deve receber todas as informações. Existem coisas sobre o produto ou serviço que nós achamos que o cliente já sabe: não caia nesse erro. Dê todas as informações sobre o produto ou serviço. Faça com que o cliente saiba todas as vantagens que seu produto ou serviço tem. Vemos algumas empresas em que as vendas ou faturamento caem simplesmente porque não sabem vender. Tem que falar sobre as qualidades e benefícios. Tem que mostrar ao cliente exatamente o que ele está adquirindo.

Muitas vezes o cliente deixa de comprar um produto ou serviço por falta de pessoal qualificado para informar as qualidades do produto ou serviço de forma entusiasmada e cordial. Tudo deve ser bem esclarecido de uma maneira simples, quem trabalha direto com o cliente deve acreditar no produto ou serviço e conhecê-lo bem para poder informar corretamente ao cliente.

Quando falo em cliente quero dizer todos, todos os clientes de uma empresa, o que quer dizer os fidelizados, ou seja, os que já adquirem há muito tempo seus produtos ou serviços e os que ainda não são clientes mas podem vir a ser. Cliente é todo aquele que faz ou pode vir a fazer negócios com sua empresa: cuidado para não menosprezar um futuro cliente, todos devem ser tratados de maneira igual.

Ás vezes não temos como fazer exatamente o que um cliente específico quer pois toda empresa tem regras e normas que devem ser seguidas como formas de pagamento por exemplo, mas, nesse caso, o cliente deve ser totalmente esclarecido sobre todos os porquês do não. Tem que ser expostos todas as partes envolvidas e o porquê da recusa. Tudo depende de como é falado e não do que. Quando tiver que dizer não para o cliente deve ser da maneira mais educada e gentil possível, respeitando o cliente, explicando a ele de sua importância para a empresa e a razão da recusa. Tem que ser feito o possível para que o cliente se sinta respeitado e valorizado.

Toda reclamação de um cliente deve ser muito bem recebida. Embora nem todas possam ser solucionadas de imediato o cliente tem que saber que ele é importante, que sua reclamação será ouvida. Muitas vezes só essa atenção, de ouvir, de tentar entender, de tentar solucionar, já conquista o cliente. É mais importante a maneira como se recebe uma reclamação do que o que se fará a seguir. O cliente deve se sentir valorizado logo nos primeiros minutos de conversa com a certeza que seu problema está sendo ouvido e será solucionado da melhor maneira possível.

Um sorriso, um aperto de mão, um abraço, um pedido sincero de desculpas, uma boa recepção com alegria sincera em recebê-lo, tudo isso encanta o cliente.

Sem medo de errar podemos dizer que em uma venda ou em um serviço prestado 50% é o produto ou o serviço e 50% é o relacionamento.

Existem empresas que investem muito em propaganda e não investem em um relacionamento com o cliente. O cliente é sua maior propaganda, a mais confiável, a mais verdadeira, a maior multiplicadora.

Vamos criar relacionamento com nosso cliente: ele além de amigo é nosso principal parceiro no negócio e deve ser respeitado como tal. Entender isso e fazer com que todos de sua equipe entendam pode definir o sucesso do seu negócio. Boas vendas, bons negócios e principalmente bons e duradouros relacionamentos!

 Crédito imagem: freedigitalphotos.net

Informações do Autor

Lucilene Antunes

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *