O desafio do comportamento humano

O comportamento das pessoas dentro das empresas ainda é um dos desafios (quem sabe um dos maiores) dos líderes, gerentes e supervisores. Isso porque ensinar o trabalho a ser feito é muito mais fácil, mas e o comportamento com se ensina?

Cada pessoa vive em sua própria realidade, construída a partir de suas impressões sensoriais e individuais da vida e age com base no que percebe no mundo exterior.

Mas para alivio dos líderes podemos administrar o comportamento das pessoas dentro da empresa, utilizando uma ferramenta útil e poderosa disponível para se modificar e manter o comportamento no trabalho que é a arte de administrar as recompensas e punições.

Todo comportamento é determinado pelas consequências que ele traz.

Cada um de nós tenta maximizar o prazer e minimizar a dor, em qualquer momento fazemos o que percebemos ser melhor para nós.

Os colaboradores se comportam de acordo com suas percepções das consequências disponíveis para diferentes ações, assim como na vida pessoal procuramos repetir o comportamento que foi recompensado, evitando o comportamento que foi punido e deixando ou esquecemos o que não produziu nenhum dos dois.

Queiram os lideres ou não, eles estão continuamente formando o comportamento do colaborador através de suas ações, reações, ou ausência delas. Inadvertidamente ou não, os gerentes estão constantemente reforçando alguns tipos de comportamentos dos colaboradores e enfraquecendo outros.

Um dos erros do líder é “esquecer” que ele é um exemplo para seus liderados, então o seu comportamento dentro da empresa deverá ser um exemplo a ser seguido, quando o líder passa a pensar dessa forma perceberá que terá menos desgaste na administração de seus liderados.

Porém como vimos acima os lideres podem tanto reforçar ou enfraquecer alguns tipos de comportamentos, mas como saber qual tipo enfraquecer e qual reforçar? É só pensar nos resultados que tal comportamento trará para os resultados no trabalho, lembrando que o líder deverá retirar qualquer tipo de julgamento pessoal sobre comportamento e focar apenas no trabalho.

Lembrem-se é o cavaleiro que motiva o cavalo e não o contrário.

Crédito imagem: freedigitalphotos.net/ Suat Eman

 

 

Informações do Autor

Luise Brito

Ainda sem descrição

1 Comentário
  1. André

    4 de novembro de 2015 de 21:08

    Excelente artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *