Os quatro Compromissos da liberdade individual – sobre o Terceiro

Don Miguel Ruiz escreveu o livro Os quatro compromissos, onde expõe 4 compromissos como forma de liberdade individual. Hoje, falaremos sobre o terceiro.

Os 4 compromissos são:

1. Seja impecável com sua palavra.

2. Não leve nada para o lado pessoal.

3. Não tire conclusões.

4. Dê o melhor de si.

Nesta semana analisaremos cada um na ótica dos negócios e das pessoas.

Hoje, o terceiro compromisso:

3. Não tire conclusões.

 

Uma das mazelas corporativas e pessoais: Criamos expectativas daquilo que vimos, ouvimos ou achamos que vimos e em cima disto construímos castelos de sonhos e verdades que são baseadas em falsas premissas.

Se alguém lhe disse hoje: Você está bonita! Não quer dizer que esta pessoa quer te levar pra cama (se acha a gostosa), nem que está zoando de você (se acha a feia), nem que a roupa não combina (baixa estima) e por aí vai.

A resposta da afirmação você está bonita depende de você. Depende de suas conclusões, depende de quais verdades estão dentro de você.

Cada um tem sua verdade.

Pode ser que no exemplo de você está bonita a pessoa estivesse dando em cima de você. Mas, pode ser que não e mais, pode ser simplesmente que achou que você estava bonita e nada mais.

A conclusão vai depender de como você se sente, como você vê a forma que foi-lhe dito e como isto bateu na sua essência.

E, por ser algo de alta complexidade, não fique com conclusões simplistas. Tirar conclusão de um bom dia dado sem parar para te cumprimentar pode ser desastroso.

Explico: Alguém conhecido passa e lhe dá bom dia! mas não pára para conversar. Você pode achar que esta pessoa está de mal, que esta pessoa é mal educada ou que a relação de vocês está ruim… Mas, simplesmente ela pode estar com pressa por outro motivo e não parou apenas por isto.

Nem todos estão na mesma vibe. As vezes estamos bem, as vezes mal, as vezes irritados, as vezes em paz. E nada disto muda a nossa essência, são ânimos do dia a dia.

Só que tais ânimos podem fazer que outras pessoas interpretem de forma equivocada, pois acabam tirando conclusões.

Fizemos isto o tempo todo, mesmo que não percebamos.

Precisamos objetivar nossas relações e cada vez ser mais verdadeiros nelas. Somente assim iremos parar de tirar conclusões e começar a efetivamente a ver e viver a realidade.

#Ficaadica

#Os4Compromissos

____________________________________________________

Article by Gustavo Rocha

GestãoAdvBr CEO – Consultancy on Strategic Management and Technology

Bruke Investimentos CEO – Business, Valuation, M&A, Opportunities, Market Business and more.

Mobile: [51] 8163.3333 |

Contact: [email protected] [Mail, Skype, HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]  |

Web: www.gestao.adv.br | www.bruke.com.br |

Crédito foto: freedigitalphotos.net/89studio

Informações do Autor

Gustavo Rocha

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *