A semente da Guatemala: Conheça os benefícios do consumo da chia

Planta herbácea da família das lamiáceas, a chia – ou Salvia Hispânica – é nativa da Guatemala e regiões central e austral mexicanas. A popularidade dessas sementes é baseada no seu efeito em dietas e reeducações alimentares, já que ela é uma grande aliada na perda de peso.

Com alto teor de ácidos graxos poli-insaturados essenciais, ela ainda é rica em ácido graxo alfa-linolênico, também conhecido como ômega 3. Para quem quer reduzir gordura, a boa notícia, além do alto teor de fibras, é o carboidrato da chia, que é de baixo índice glicêmico – ou seja, o corpo processa mais lentamente, o que aumenta a saciedade e evita os picos de insulina no sangue, evitando disparar o processo de acúmulo de gordura. A chia ainda age como antioxidante e é uma interessante fonte proteica, caracterizada em sua maioria por aminoácidos essenciais não produzidos pelo organismo, como leucina, lisina, isoleucina, fenilalanina, treonina, triptofano, metionina, histidina e valina.

Com essa lista enorme, dá para imaginar a quantidade de benefícios que ele traz para sua saúde. Só a lista abaixo já contém 10 deles:

– Combate a celulite, por reduzir os processos de inflamação do organismo

– Pele e cabelo revitalizados pela presença das vitaminas A, B2

– Prevenção e controle de diabetes por causa das fibras e lentidão na liberação de glicose

– Prevenção de doenças cardiovasculares pela enorme quantidade de ômega 3

– Regulação do colesterol ruim, LDL, elevando o HDL, colesterol bom

– Desintoxicante por causa do ácido cafeico, benéfico para o fígado

– Fonte de cálcio e ferro

– Protege o cérebro contribuindo para o aumento de ligações cognitivas

– Fortalece a imunidade pela presença de minerais como o zinco e o selênio

– Fonte de proteínas, sendo considerada uma ótima opção para complementar a alimentação vegetariana

O consumo recomendado da semente é de duas colheres de sopa ao dia, uma quantidade de cerca de 25 gramas. O óleo, grão ou farinha podem ser acrescentados a pães, bolos, sucos, como tempero de saladas ou peixes ou acompanhando frutas e iogurtes.

Crédito foto: divulgacao/treinomestre

Informações do Autor

Bruna Borgheti

Jornalista formada pelo Bom Jesus/Ielusc, de Joinville-SC, é acadêmica do curso de Letras da UniCesumar. À frente da redação das publicações do Grupo Dom7, faz a edição e curadoria de conteúdo do site e já teve suas aventuras pelo mundo corporativo, mas gosta mesmo é de um documento de Word em branco. Tem sugestões pra dar? É ela que você está procurando. Entre em contato pelo [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *