Os três obreiros: a importância de cada engrenagem

Precisamos sempre saber para onde vamos, senão nenhum vento poderá nos ser favorável, já afirmou Sêneca. Em inúmeras empresas as pessoas trabalham apenas pelo trabalho em si, sem saber o real porquê de estarem trabalhando. Sua noção acerca da atividade que exerce é limitada a atividade e no máximo com os colegas do lado. Ao buscar mudanças, ficam apavorados, afinal, mudaria as atividades que hoje fazem sem a noção de contexto. Aliás, noção do contexto é algo que muitas empresas precisam incentivar. Quando o colaborador sabe de toda a engrenagem ele consegue perceber a importância do seu próprio trabalho, por menor ou mais repetitivo que possa ser. O texto abaixo, sobre Os três Obreiros, é uma excelente reflexão para isto.

 

OS TRÊS OBREIROS

Três operários preparavam pedras para a construção de um grande Templo.
Aproximei-me do primeiro e perguntei-lhe, fitando-o com simpatia: Que estais fazendo, meu amigo? – Preparo pedras! – respondeu-me secamente.

Encaminhei-me para o segundo e interroguei-o do mesmo modo. Trabalho pelo meu salário – foi a resposta. Dirigi-me então, para o terceiro e fiz a mesma pergunta com que já havia interpelado os outros dois.

Que estais fazendo, meu amigo? – O operário, fitando-me cheio de alegria, respondeu-me com entusiasmo: Pois não vês? Estou construindo uma Catedral (um Templo).

Reparem, meus amigos, no modo tão diverso como cada operário cumpria o seu dever.

O primeiro desobrigava-se de uma tarefa, para ele, material e grosseira; o segundo não visava senão o dinheiro as receber pelo trabalho; e o terceiro contemplava o ideal.

Escravos seremos se, à semelhança do operário, limitarmos a nossa vida à luta diária.

Entre os ambiciosos nos incluiremos se contemplarmos somente o lucro imediato de nossos esforços.

Felizes, serão porém, aqueles que vivem, lutam e sofrem por um ideal.

Jayro Duppre Lacerda
(In memorian)

Quais são os ideais da sua empresa?

Qual o real contexto do seu negócio?

O que você tem feito para que seus colaboradores possam compreender em construir uma igreja ao invés de apenas uma parede ou simplesmente de trabalhar por trabalhar?

Quem sabe este seja o seu desafio para 2014? Topas?

#Ficaadica

____________________________________________________

Article write by Gustavo Rocha

GestãoAdvBr CEO – Consultancy on the Strategic Management and Technology

Bruke Investimentos CEO – Business, Valuation, M&A, Opportunities, Market Business and more.

Mobile: [51] 8163.3333 |

Contact: [email protected] [Mail, Skype, HangOut, Twitter, LinkedIn, Facebook, Instagram, Youtube]  |

Crédito foto: freedigitalphotos.net/khunaspix

Informações do Autor

Gustavo Rocha

Ainda sem descrição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *