Faz mal pular refeições? O que a ciência tem a dizer sobre isso

Muitos deixam de fazer refeições ou as substituem por lanches nada saudáveis. Mas é preciso ter cuidado, pois estes são hábitos que costumam trazer sérios problemas de saúde.
Alguns pulam refeições por acreditar que desta forma emagrecerão. De certo modo, isto até pode acontecer, mas será em conjunto a problemas nutricionais. O hábito de pular refeições torna o intestino lento e isto mais prejudica do que ajuda o processo de emagrecimento. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o ideal é fazer cinco refeições por dia: o café da manhã, lanche matinal, almoço, lanche da tarde e jantar.

Ane Tavares

Seu corpo precisa de determinado número de calorias e nutrientes para funcionar bem. Aumentar o intervalo entre as refeições não muda isso. O que acontece é que o seu organismo, privado dos alimentos, começará a estocar gordura. Além disso, mandará mensagens para o seu cérebro, que as traduzirá como FOME, assim mesmo, em caps lock. Resultado: você vai encher o prato na refeição seguinte. Se você é daqueles que acordam com pressa e decide escamotear o café da manhã, pior ainda. Um estudo apresentado durante a reunião anual da Endocrine Society, em 2008, nos EUA, confirmou o que nossas avós já sabiam: deixar de lado a refeição matutina é uma péssima ideia. Essa atitude condiciona o cérebro a desejar alimentos ainda mais calóricos ao longo do dia. (Fonte: SuperInteressante)

 



                                                                                                               Publicidade
Informações do Autor

Equipe Dom7

Equipe de redatores do Grupo Dom7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *