4 Roteiros Gastronômicos na Itália que você não pode perder

Por mais linda que seja a arquitetura e por mais charmosa que seja a cultura, a Itália ainda arranca suspiros de qualquer viajante pela sua riqueza gastronômica. Vai dizer que não dá água na boca só de ler o título acima?

Como o turismo, na Itália, inclui diversas regiões diferentes – e igualmente saborosas –, listamos para você as diferenças entre os roteiros. Assim, antes de escolher o hotel e agendar a viagem, você vai poder decidir qual delas vale mais a pena para você. Confira!

Toscana

De culinária simples, mas saborosa e tradicional, a Toscana é conhecida pelo uso de ingredientes frescos, como legumes, carnes nobres de porco, boi e cordeiro, além de azeites refinados. Durante a viagem, você pode conhecer cidades como Florença ou Firenze, que é o berço do renascimento – e da bisteca fiorentina.

No centro histórico de Siena, prove o doce Castagnaccio, à base de castanhas. Em cidades pequenas e rústicas como Volterra e San Gimignanoe, passe pelas fazendas que oferecem os verdadeiros sabores da Toscana. Já os vinhos da região incluem o Brunello di Montalcino ou Chianti, produzido pelas uvas de Sangiovese.

 

Umbria

Essa região fica bem no centro da Itália e é repleta de campos agrícolas e vilarejos de montanhas, e oferece deliciosas massas, queijos, azeites e vinhos em cidades como Assis, Spoleto, Todi, Gubbio e Orvieto. Na cidade de Perugia, os chocolates são surpreendentes – e de quebra você ainda pode curtir a noite, já que a região abriga os jovens da universidade local. Mas, o mais importante ainda é a especialidade da cidade de Norcia: salames e linguiças.

São também específicos da região o Cinghiale (javali), Strozzapretti al tartuffo e um prato de massa feito por um cogumelo característico, a massa Strangozzi di Spoleto.

 

Veneto

Um dos maiores pólos do turismo gastronômico mundial, Veneto possui um estilo de vida e arquitetura singulares e chama atenção pelos vinhos refinados, produzidos com uvas selecionadas em localidades como Verona, Treviso e Friuli. Além de deliciosos vinhos brancos doces, experimente também o Prosecco e o Recioto Della Valpollicella.

Aventure-se participando dos passeios em cidades como Belluno, Vincenza, Padova, “experimentando” cada cidade; além, é claro, da parada obrigatória em Veneza. Lá, os pratos típicos são a Polenta ou Spaguette Al Nero di Seppia (líquido escuro extraído de um tipo de lula), o Carpaccio e outras receitas exóticas à base de frutos do mar.

 

Lazio

A região do Lácio é onde você pode ter o contato mais próximo com a civilização da Roma Antiga. Roma é seu ponto principal, com várias cidades-satélites que precisam entrar no seu roteiro. É influência dos romanos antigos, aliás, a peculiaridade culinária da região. Os destaques vão para o delicioso queijo Pecorino, a Porchetta di Aricia(é um leitão inteiro e assado à italiana e famoso na cidade de Aricia) e também os Saltimboca, exóticos filés cozidos na chapa juntamente com presunto e temperado com vinho branco e salvia

Experimente ainda o Gnocchi alla Romana, Pizza alla Romana, Pasta all’arrabbiata (feita com cebola, tomate e pimentinha), Trippa alla Romana (se parece muito com a nossa e é feita com molho de tomate), Puntarelle (um tipo salada de chicória com anchovas) e a Alcachofra alla Giudia (do mesmo modo como faziam os judeus romanos). Tudo, é claro, regado com os melhores azeites de oliva do mundo.

Quer dar um tempo de toda essa abundância gastronômica? Faça um passeio pela Fontana di Trevi. Quem sabe você não se anima a experimentar os sabores de uma de suas ótimas sorveterias?

Fonte: Falcor Travels
Imagem: Moyan Brenn

Informações do Autor

Bruna Borgheti

Jornalista formada pelo Bom Jesus/Ielusc, de Joinville-SC, é acadêmica do curso de Letras da UniCesumar. À frente da redação das publicações do Grupo Dom7, faz a edição e curadoria de conteúdo do site e já teve suas aventuras pelo mundo corporativo, mas gosta mesmo é de um documento de Word em branco. Tem sugestões pra dar? É ela que você está procurando. Entre em contato pelo [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *