O pinguim e o pedreiro: Salvamento que virou amizade

Há cerca de quatro anos, o pedreiro João Pereira de Souza encontrou um pinguim encharcado em óleo em uma praia perto de sua casa, no Rio de Janeiro. Com pena da ave, ele imediatamente limpou-a e alimentou-a com sardinhas. Quando ficou forte novamente, João levou-a até a praia para que voltasse ao seu habitat natural.

A questão é que o pinguim não gostou muito dessa decisão. Diversas vezes João tentou levá-lo ao mar, mas quando chegava em casa, o pinguim já estava esperando por ele novamente. Por fim, João decidiu adotá-lo, deu-lhe o nome de Dimdim e agora, a ave passa cerca de oito meses por ano com seu amigo, no Brasil, e durante os outros quatro meses vai para o mar, cumprir a migração – mas, sempre retorna.

Neste link você confere de perto essa amizade que mostra o quanto a natureza tem para nos ensinar.

Crédito foto: divulgacao/wsj



                                                                                                               Publicidade
Informações do Autor

Bruna Borgheti

Jornalista formada pelo Bom Jesus/Ielusc, de Joinville-SC, é acadêmica do curso de Letras da UniCesumar. À frente da redação das publicações do Grupo Dom7, faz a edição e curadoria de conteúdo do site e já teve suas aventuras pelo mundo corporativo, mas gosta mesmo é de um documento de Word em branco.
Tem sugestões pra dar? É ela que você está procurando. Entre em contato pelo [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *