Super Futebol: o poder de encantar a cada momento

No dicionário, a palavra super-herói significa:”Personagem de origem fictícia ou de caráter ficcional que, presente em histórias em quadrinhos, filmes, séries televisivas etc, geralmente possui super-poderes ou poderes sobrenaturais e tem capacidade para combater o mal”. Para muitos, os super-heróis estão limitados ao ”faz de conta”, e a pessoas com poderes, com visão raio laser, garras poderosas, super agilidade, teletransporte e outras coisas. Mas ser super-herói é bem mais do que ter superpoderes. O futebol tem essa capacidade de criar heróis a cada partida, a cada jogada, em um simples segundo.

O futebol é um celeiro de emoções, seja qual for o nível e o lugar praticado. O futebol é capaz de proclamar um Rei (Pelé), com o superpoder de parar uma guerra!

Capaz de arrastar multidões mundo a fora, de unir povos e línguas, que coloca amor no mais frio coração. O futebol sim, é um verdadeiro super-herói! Capaz de fazer um estádio inteiro homenagear um goleiro que perdeu sua mãe, de fazer um menino sair do coma ao ouvir um gol do seu ídolo, de fazer um país repleto de miséria sorrir, de unir israelenses com americanos, que transforma o operário em herói nacional…

Ah o futebol… com o superpoder de encantar a cada momento, em cada pênalti do Baggio para fora, cada defesa de bico do São Victor, cada drible do Ronaldinho, cada gol de mão do Maradona, cada defesa de Taffarel, cada virada do Liverpool, cada soco no ar de Pelé, cada lágrima de um torcedor fanático, cada pedalada de um Robinho, cada aplauso, cada moeda guardada para o ingresso, cada zoação, cada pulo, cada dança, cada camisa tirada em um gol de placa, de cada resenha entre amigos, onde o advogado é igual o faxineiro, onde 11 pessoas cheias de defeitos viram espelhos para várias gerações…

O futebol de João, Maria, José, Marta, Édson, Gabirú, Beletti, Ronaldos, Vardy, Wendell Lira, você,eu… De um menino sonhando ser um craque na Europa até um velho torcedor saudosista, com a escalação do seu time de coração do passado, na ponta da língua… Da rádio de pilha ligado na mesa até os olhos atentos em um vídeo no Youtube, o futebol que resiste a qualquer avanço tecnológico…

O futebol e a sua magia de imortalizar simples humanos, de criar Heróis e Vilões, Salas de justiças e Batcavernas, Homens de Ferro e Capitães América… Vida longa ao Super Futebol!

 

Imagem: Flickr.com/AntonioThomásKoenigkamOliveira

Informações do Autor

Rafyz Santos

Nascido em São Vicente-SP, apaixonado por futebol desde a infância. ”Formado” em futebol no Campinho mais próximo da minha casa, e ”especialista” em identificar vestígios do futebol-muleque!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *